sexta-feira, abril 22, 2005

Um Cantora que não tem o Devido Reconhecimento


Uma Cantora que Todos Deveriam Conhecer

Depois da overdose de cantoras baianas, me apareceu na lembrança uma outra cantora que descobri ser também desse estado do nordeste...
Diana Pequeno que de pequena não tem nada na sua voz, pelo contrário ela tem uma voz segura, sempre mostrando o regionalismo forte, o que me levou a pensar esses anos todos que era uma cantora lá do Mato Grosso...
Tive uma dificuldade muito grande em encontrar na internet falando sobre ela, o que me chateou bastante, pois ela merecia um destaque maior em virtude do seu repertório e do seu talento...
Bom, achei um site que fala um pouco sobre ela que vocês podem conhecer clicando no titulo... As músicas de hoje são quatro que estão numa coletânea chamada Acervo com seus grandes sucessos, e o curiosidade é que a segunda e a terceira são versões de grandes sucessos internacionais que ficaram marcados por sua voz:

O Trem do Pantanal
(Paulo Simões/ Geraldo Roca)
Enquanto esse velho trem
Atravessa o pantanal
As estrelas do cruzeiro
Fazem um sinal
Do que esse é o melhor caminho
Pra quem é como eu
Mais um fugitivo da guerra
Enquanto esse velho trem
Atravessa o pantanal
O povo lá de casa espera
Que eu mande um postal
Dizendo que estou muito bem
E vivo,
Rumo a Santa Cruz de La Sierra
Enquanto esse velho trem
Atravessa o pantanal
Só meu coração está batendo desigual
Ele agora sabe que o medo
Viaja de trem
Sobre todos os trilhos da terra
Rumo a Santa Cruz de La Sierra
Como fugitivo da guerra
Serei teu Bem
(Carole King/Ronaldo Bastos)
Quando estás confuso, e precisas de alguém.
E nada, mais nada quer se acertar.
Você vai lembrar de mim.
E onde eu estiver.
Serei a luz pronta pra te guiar.
Você vai me chamar.
Mal o som desvenda teu vem.
Vou correndo, ou, ou.
Fazer teu bem.
Não importa qual a estação.
No inverno ou no verão.
Pode chamar.
Serei teu bem.
Quando o céu, tão negro, te invade de pavor.
E um vendaval tão forte te carregar.
Junte suas forças.
Me manda um sinal.
Eu tô chegando pra te ajudar
Você vai me chamar.
É sempre bom saber.
Que existe alguém na hora que a solidão
Aperta, deserta quer magoar o coração.
Ou, não deixa não.
Blowin’ In The Wind
(Bob Dylan/ Diana Pequeno)
Quantos caminhos um homem deve andar
Para que seja aceito como homem
Quantos mares uma gaivota ira singrar
Para poder descansar na areia
Quanto tempo as barras do canhões explodirão
Antes que sejam proibidas
The answer, my friend, is blowin' in the wind,
The answer is blowin' in the wind
Quantas vezes deve o homem olhar para cima
Para poder ver o céu
Quantos ouvidos o homem deve ter
Para ouvir os lamentos do povo
Quantas mortes ainda serão necessárias
Para que se saiba que Jaci matou demais
The answer, my friend, is blowin' in the wind,
The answer is blowin' in the wind
Quanto tempo pode uma montanha existir
Antes que o mar a desfaça
Quanto anos pode um povo viver
Sem conhecer a liberdade
Quanto tempo o homem deve virar a cabeça
Fingindo não ver o que está vendo
The answer, my friend, is blowin' in the wind,
The answer is blowin' in the wind

Sinal de Amor e de Perigo
(Capenga/ Patinhas)
À noite a cidade parece que some
Perdida no sono dos sonhos dos homens
Que vão construindo com fibras de vidro
Com canções de infância com tempo perdido
Um grande cartaz, um painel de aviso
Um sinal de amor e de perigo
Há tempo que a terra parece que some
Em meio à alegria e tristeza dos homens
Que olham pros campos, pros mares, cidades
Pras noites vazias, pra felicidade
Com o mesmo olhar de quem grita no escuro
O melhor foi feito no futuro
Enquanto o amor for pecado e o trabalho, um fardo
Pesado passado, presente maldado
As flores feridas se curam no orvalho
Mas os homens sedentos não encontram regato
Que banhe seu corpo e lave sua alma
O desejo é forte, mas não salva
Enquanto a tristeza esmagar o peito da terra
E a saudade afastar as pessoas partindo pra guerra
Nós vamos perdendo um tempo profundo
A força da vida, o destino do mundo
O segredo que o rio entrega pra serra
Haverá um homem no céu e deuses na terra
Um abraço:
Beto L. Carvalho
Carpe Diem

Um comentário:

Giovanni Gigliozzi Bianco disse...

Salve, Beto! Disse tudo, cara. Ela merece mais reconhecimento. Estou organizando uma página no facebook e uma coleânea com a discografia completa da Diana.
Curta lá: http://www.facebook.com/dianapequeno.cantora

Abraços!